quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Waldo Vieira - SANTIDADE DE CHICO XAVIER e Assistencialidade



Veja também...

quarta-feira, 15 de março de 2017


WALDO VIEIRA - O ETERNO FILHO de CHICO XAVIER - Globo News; Técnica da Saturação Mental; O vício da PAIXÃO



Foto: O "CASAMENTO" - Em 01.03.2017 - Quarta-feira de Cinzas                   
 RAAAAAUUUUULLAAAAAH
 HAAAAALLUUUUUAAAAAR
 APLICAÇÃO DOS PRIMEIROS RAIOS DE SOL NA RETINA


Amigos,
Passei o dia todo de hoje, 15.03.2017,  preparando o texto sobre este vídeo.
Comecei a trabalhar neste às 3:20 da madrugada e..., não sei como, acabei de perder o árduo trabalho de um dia todo. Isso nunca me aconteceu. Todavia, tudo que sei é que tenho que publicar e divulgar esse registro no dia de hoje, então o farei, afinal o que mais importa está no vídeo.
Amanhã refaço o texto. "Nada é por acaso"


Na Reunião da Madrugada de hoje, 16/03/2017, tive a seguinte "conversa" com Raul:

Nota fixa: Como sempre explico: Nessas reuniões é tudo muitíssimo rápido, praticamente no escuro, tenho as mãos trêmulas e escrevo as falas de Raul exatamente como ele falava. Ex: mais = "mar"; mesmo="mermo" etc...; logo, "virem-se" com os "garranchos", equívocos etc... Dica: meu A parece pirâmide.



Bem mais tarde eu cheguei a duas conclusões:

1 - Sim, era um teste. Mas além de testar meu controle, equilíbrio, confiança...,como "disse" Raul, era, principalmente, a minha atitude que estava à prova, ou seja: eu tinha a missão de preparar e divulgar o tal texto naquela data, impreterivelmente mas...que providência eu tomaria para cumprir a tarefa caso ocorresse um "acidente" como este?
Providência tomada: a VERDADE.
Eu sou assim, conforme podem perceber no primeiro parágrafo: conto toda a VERDADE, "tiro leite de cavalo" se for preciso para cumprir o combinado. Resolvi isso rapidamente? Não, levei alguns poucos minutos para conter a indignação, raiva, revolta...afinal o texto estava muito bom, eu sei, e... sou humana; todavia NÃO IMPORTA o TAMANHO do "problema" eu nunca interpreto como problema, mas como algo necessário, ou seja, SE DOU O MEU MELHOR, aconteça o que que acontecer, confio na equipe extrafísica; sei que, ainda que doa, me lapida; aguento firme, faço tudo que tiver condições de fazer para encontrar uma saída. E se não houver saída? Ora bolas...é porque não ter saída é a saída. "TODO ESFORÇO É AMPARADO" (WV), jamais assediado. Se você tem a certeza de que fez o melhor e maior ESFORÇO que pode, sempre terá intervenção do AMPARADOR, inevitavelmente. FAÇA A COISA CERTA e CONFIE na EQUIPE EXTRAFÍSICA! Só assim, se você "PERDER" um texto ou um livro "brilhante" inteiro, contará com a serenidade de SABER/CONFIAR que ESTÁ TUDO CERTO, logo não perdeu nada, GANHOU.
Com quem aprendi tudo isso? Waldo Vieira. Aliás, arrisco dizer que 80%, no mínimo, de tudo que aprendi e que vale muuuuuuuuuuuito a pena ensinar quem me ensinou foi Waldo Vieira.   
"Fim de papo." (Raulzito)

2 - Todos os meus leitores sabem que tenho deficit de atenção e, óbvio, por conta disso tenho que trabalhar muitas horas para compensar o tempo perdido, administrando essa dificuldade enquanto trabalho, e, estejam certos, não é pouco tempo. Ex. bem básico: Quero entrar no twitter: Preciso informar o email e a senha. Quero acessar meu blog: Preciso do site do email e da senha. Devido ao D.A., coloco o email no lugar do site; o site no lugar do email, troco as senhas; não da certo, apago, recomeço. Coloco o email final .com com o final .br do site, a senha do site no email; não da certo, apago, recomeço. Misturo o site com o email; o email com o site; ex: lahernandes@blogspot.com.br ou lahernandes.blogspot@gmail.com; não da certo, recomeço...até acertar. Daí vocês talvez estejam querendo me perguntar: Por que seu amparador não te ajuda a resolver isso? Respondo: Por que eu sou muito intolerante, ansiosa...Então eu quem te pergunto. Ele poderia me AJUDAR MAIS? Ele está sendo PATERNAL em me dar a oportunidade de exercitar a tolerância e a paciência comigo mesma. E se eu tivesse que treinar isso com os outros? Pobres dos outros! Se eu já fico uma "fera" comigo mesma, imagine se fosse com os outros!
Bom, todo esse "trelelê" foi para dizer que devido ao meu D.A. não me atentei para o grande indicador do meu amparador na tentativa de me direcionar no momento da publicação do texto sobre a informação mais relevante que eu TERIA que transmitir neste texto mas que estava deixando a desejar, porque eu tenho propriedade para falar sobre esta de maneira muito mais detalhada do que o fiz no texto que "perdi" : a "técnica da saturação mental"(Waldo Vieira). 
Bem, mas esse é um longo assunto que não tenho como concluir agora devido a algo urgente que se apresentou neste momento e não vou prender esse maravilhoso vídeo por conta disso. Não estaria sendo honesta comigo mesma, se fizesse isso. 
Vou liberar o texto incompleto mesmo para que vocês possam continuar a aprender com o vídeo e com o que consegui esclarecer até este ponto. 

Em 24.03.2017 = 1

Demorei, por motivos justíssimos, mas cheguei. Vamos à:

 Técnica da Saturação Mental  

Trecho do meu livro, em andamento, 'Administrando Transtornos Psíquicos/Parapsíquicos e Conquistando um lugar no Mundo.

Cheguei ao IIPC e contei sobre a minha experiência no CEAEC. Disse que tudo que mais queria naquele momento era ser útil,   encontrar equilíbrio psíquico e motivação para viver, a despeito de tudo. Como já era de se esperar, disseram-me que o primeiro passo era fazer assistência e que uma boa oportunidade para tanto estava no papel de colaboradora da instituição, fazer os cursos, praticar a tarefa do esclarecimento ou    tares - "Os pensamentos, métodos e estratégias assistenciais tem de ser sempre ... esclarecedores - tares ou tarefa do  esclarecimento - a fim de que frutifiquem, sem deixar quaisquer resíduos indesejáveis ou perturbadores"( Vieira, Waldo) -   e que para otimizar as ações assistenciais nada seria mais recomendável do que a formação da dupla evolutiva.   

Comecei a ser colaboradora voluntária na divulgação dos cursos e na coordenação durante os cursos; participava das reuniões e do grupo de estudo semanal dos colaboradores. Praticava o EV (estado vibracional)  muito mais do que o mínimo recomendado por dia e, a técnica da saturaçãomental  a fim de tentar formar a dupla evolutiva. Essa técnica consiste em ocupar a mente o maior tempo possível com o objetivo a ser alcançado,   com pensenes (pensamentos, sentimentos e energia)  e estudo; muito estudo sobre o assunto. Neste foco, li e reli várias vezes o Manual da Dupla Evolutiva, escrevi repetidamente frases evocando a formação da dupla e não pensava, ou melhor,  "pensenava",  noutra coisa.
(...)
No trabalho  (no banco), eu atuava como se teleguiada. Acordava e me preparava para sair como que robotizada. Mal me lembrava como havia chegado ao banco e sequer de que forma conseguia realizar as tarefas. Era como se algo estivesse me guiando. Ao término do expediente, se tivesse compromisso no IIPC comparecia, caso contrário ia direto pra casa e me dedicava integralmente à mobilizações de energia e a técnica da saturação mental.                  

      Quanto mais me aprofundava nos estudos da "conscienciologia" mais me convencia de que só poderia ter vindo à Terra a fim de realizar algo relacionado a esse conjunto de ideias e que minhas psicopatologias eram uma espécie de controle para que eu não me desviasse do caminho .  Convicta disso, coloquei-me à disposição da "extrafisicalidade" para  fazer não aquilo que fosse apenas da minha vontade, mas o que fosse melhor para todos, postura essa que, segundo Waldo Vieira,  seria a mais recomendada diante de uma tomada de decisão; portanto, como boa aluna que sempre fui , não podia ser diferente, segui  focada e confiantemente, as instruções do professor à risca, afinal sou inteligente o suficiente para escolher ser cego em terra de Rei do que o contrário pois tenho absoluta convicção de que  é infinitamente mais sábio e compensador ser o cego guiado pelo Rei, do que ser o Rei que guia os cegos, ou seja, prefiro ser o serviçal do Rei do que o Rei dos serviçais. Para ter a oportunidade de aprender/evoluir com o Rei, escolho, sem negociar, ser o “cego”. A mim não interessa o poder, apenas a maior oportunidade evolutiva possível. Então, já que o “Rei” me ensinou que eu PRECISAVA formar uma dupla evolutiva para otimizar a evolução de ambos, “enfiei” a cabeça na Técnica da Saturação Mental, objetivando essa meta,  uma vez que a orientação principal era: Não acredite, experimente. Então experimentei, experimentei, experimentei...  Eu não podia fazer diferente, não é da minha natureza agir como um “idiota”. Isso mesmo. Se você não tem determinação/"vontade inquebrantável"(W.V.) sequer para aprender com os mais experientes que você, só pode ser um idiota, pelo menos na minha opinião.
(...)
       Conforme a sequência dos cursos do IIPC, o próximo que eu estaria apta a participar seria o Extensão em Conscienciologia e Projeciologia 2, o ECP2. O curso aconteceria no Rio de Janeiro e eu estava me preparando para a viagem quando tive o pressentimento de que lá surgiria a oportunidade de formar a dupla evolutiva. Já no hotel, fiquei muito atenta, mas não houve essa oportunidade.

      Retornei à São Paulo no Domingo, a noite.
      Na segunda-feira, ao sair de casa  para o trabalho, encontrei um vizinho de andar no hall de passagem. Cumprimentamo-nos e ele me perguntou sobre meu final de semana. Respondi que estive no Rio de Janeiro de Sexta a  Domingo. Ele fez cara de espanto e disse que também esteve lá exatamente nos mesmos dias. Naquele momento arrepiei-me (banho de energia) , pois era uma forte coincidência significativa e vou explicar o porquê.
      Esse vizinho e eu nos vimos pouquíssimas vezes ao longo de sete anos de vizinhança; porém nos últimos dois meses (justamente enquanto eu praticava a técnica da saturação mental) encontramo-nos inúmeras vezes pelos corredores do prédio;  só que desta vez a coisa era séria: tratava-se de um indicador difícil de ignorar, afinal eu tive o pressentimento de que formaria a dupla evolutiva no Rio de Janeiro; mas não exatamente no curso. A partir daí fui juntando os pontos. Nos últimos meses eu estive saturando a mente com informações sobre  como acessar  o parceiro da dupla evolutiva, e passei a ver este vizinho praticamente todos os dias,  inusitadamente. Se não fiz qualquer ligação era porque imaginava  formar a dupla com alguém da instituição. E, ademais, ele não era exatamente o "meu tipo", além de haver uma diferença de quase vinte anos entre nós. Na ocasião estava com trinta e um anos  e ele  prestes a completar cinquenta e um . Conquanto, diante de tantas evidências coloquei-me a disposição para fazer o que era melhor para nós dois, independente da minha vontade, sempre de acordo com as orientações do mestre.

      A partir de então, fiquei atenta a qualquer  movimentação no apartamento dele; já que as janelas de  nossas cozinhas e lavanderias eram paralelas. Até que, num dado dia, enquanto eu lia uma frase do livro 'Muitas Vidas, Muitos Mestes' (Brian Weiss),   o vi na lavanderia de seu apartamento e...qual era a frase que eu acabara de ler? "Não perder a paciência e o senso de oportunidade". Já disse, sou muito boa aluna, logo,  fui rapidamente até a minha lavanderia a fim seguir a orientação do meu amparador que me foi dada através do livro. Localizavam-se, as lavanderias lado a lado entre um rall de divisão.  Cumprimentamo-nos e ele passou a me falar sobre suas providências para uma viagem que faria ao Peru. Perguntei se visitaria Machu Picchu e ele disse que não poderia perder essa oportunidade.  Eu estava  de saída para o trabalho, então nos despedimos.
      Cheguei cedo demais ao trabalho então resolvi entrar numa livraria próxima. Olhei para uma prateleira de livros e, para meu espanto,  surpresa,  havia um com a capa à mostra;  o título: Machu Picchu, de Sérgio Motta. Diante de mais um incrível indicador ou coincidência significativa (Jung), comprei o livro imediatamente e, ao voltar para casa,  passei a "devorá-lo", repito, sou boa aluna. Havia lido quase metade do livro quando o interfone tocou. Corri para atender e, para mais um espanto,  era ele, o meu vizinho que me convidava para um chá naquela noite. Aceitei, é claro,  e disse  que levaria um livro do interesse dele naquele momento em que se preparava para visitar o Peru. Passamos horas muito agradáveis. Dei-lhe o livro de presente. Conversamos sobre o que eu havia lido no livro; sobre viagens;  sobre nossas vidas;  sobre relacionamento e o que esperávamos de um relacionamento a dois. Antes que eu voltasse ao meu apartamento, combinamos de nos conhecermos melhor quando ele voltasse de viagem. Tudo acontecia muito rápido. Voltei para casa  muito bem impressionada com ele. Percebi que tínhamos muito mais em comum do que eu podia imaginar. E meu interesse por ele já se estabeleceu nesse primeiro encontro.

      Do Peru ele enviou-me  postais e nos falamos por telefone. Sua voz  me acalmava num tom suave, como se já fossemos namorados.   Quando retornou, o namoro estava bastante encaminhado e era inusitado como nos relacionávamos com  naturalidade,  como se fosse um namoro muito antigo ( de vidas passadas?) . O "clima" não era de paixão, da forma como normalmente acontece no início de um romance, mas sim de uma ternura, delicadeza e comprometimento, o que mais se aproximava do amor. Logo no princípio,  contei-lhe tudo sobre o meu tratamento e ele agiu de forma acolhedora. Inacreditavelmente,  até neste aspecto ele estava preparado para me receber, pois encontrava-se em pleno final de recuperação de uma Síndrome do Pânico causada por estresse. Algo que aprendi com as minhas psicopatologias é que falar sobre elas para quem nunca provou nada parecido é dificílimo. Não é a mesma coisa que falar de uma dor de cabeça, por exemplo. As psicopatologias são de uma complexidade tamanha que somente quem as experimenta ou experimentou alguma vez na vida tem total condições de compreender as agruras de quem passa por estas.     Por tudo isso, não demorou nada para que eu compreendesse as razões pelas quais fomos aproximados um do outro. Como disse no início ele não era o "meu tipo" e pensava que não tínhamos nada a ver um com o outro, portanto, caso eu  deixasse me levar apenas pelas aparências e pelo meu desinteresse,  ao ponto de não me render aos indicadores do meu tão esforçado amparador , teria perdido a grande chance da minha vida de formar a dupla evolutiva, ou seja, ser indiferente aos indicadores, também considero idiotice. ATENÇÃO! 

O vício da paixão - Experiência própria
     
  A respeito disso é importante ressaltar que os nossos desejos não raro são a causa de nossos maiores   desacertos.  Assim,   nesse caso de relações amorosas, podemos concluir que o homem mais certo para uma mulher não é exatamente aquele que ela quer , mais o que ela precisa, e vice versa.  A minha experiência me da propriedade para dizer que  quando agimos dessa forma, o amor é consequência inevitável. As pessoas valorizam muito a paixão. Mas a paixão é responsável por  descompensações bioquímicas que "inundam" o cérebro com, principalmente,  dopamina,e isso provoca agitações extremamente excitantes   o  que pode ser agradabilíssimo ou destrutível dependendo da intensidade e reciprocidade. Estejam certos, tenho tanta propriedade neste assunto que poderia escrever um livro sobre este.  "No auge, as alterações químicas são tão intensas e tão estressantes que, se durarem tempo demais o organismo entra em colapso"( Donatela Marazziti - Universidade de Pisa).   Paixão é sinônimo de sofrimento ( paixão de Cristo) e isso pode ser percebido no acometido, principalmente se estiver fazendo um esforço excepcional para ser correspondido e isso não resultar da maneira como espera, eu bem sei.  Sua expectativa frustrada somada a ausência do objeto da paixão é razão do seu definhamento (falta de apetite, insônia, estresse, desespero, depressão, entre outros). Paixão pode ser também um vício e, sendo assim, o "viciado" vai sempre buscar o "barato" o que torna impossível a evolução do sentimento ao amor uma vez que, chegada essa fase, ele terá de se voltar para uma nova conquista.Veja essa frase de Donatela Marazzite: "Há gente viciada no mecanismo da paixão, que busca um novo objeto de desejo toda vez que os sintomas passam".  E também:  "O mecanismo cerebral é idêntico ao de se viciar em cocaína", segundo Renato Sabbatine, neurocientista e professor de medicina da Universidade de Campinas. ( citações extraídas de super.abril.com.br/cotidiano/quimica-paixão )
Esta é a história do que foi o maior obstáculo evolutivo da minha vida.


   Concluindo...
A entrada do parceiro da dupla evolutiva em minha vida, que só foi possível através da prática da técnica da saturação mental resgatou-me daquela solidão cruel a qual me submeti após a separação do meu ex-marido e de todos os relacionados a ele;  resolveu , ainda,  o meu maior tormento em todo aquele quadro psicopatológico: a carência afetiva.  E, não foi exatamente Waldo Vieira, mas um representante seu, na minha primeira experiência (imersão) no CEAEC (Centro de Altos Estudos da Consciência) em Foz do Iguaçu, que, a pedido de Waldo,  me assistiu e me situou sobre a urgência de resolver esta carência afetiva para possibilitar a minha “proéxis”(programação existencial).       


Texto de Raullah  (Oficial - Lah Hernandes)

domingo, 19 de março de 2017

Morte de Chico Xavier -" "EL" MORRIA DE MEDO DE MORRER"- Waldo Vieira (Conscienciologia)


                   RAAAAAUUUUULLAAAAAH    
                                   RAULLAH - A Luz do Sol nos Olhos da Evolução

Queridos amigos,

Bem, eu estava conversando agora a pouco com meu parceiro da dupla evolutiva, vulgo, esposo,
( daqui mesmo, da minha mesa de trabalho, enquanto redijo esse texto)  e perguntei pra ele:
- Atualmente você se preocupa mais com a sua vida ou com a vida de seus filhos?
Então ele me respondeu:
- Penso que já fiz a minha parte e sei que dei o meu melhor. Agora o negócio é encaminhar os "meninos" (um trintão, outro quarentão...hahaha...coisa de pai...).
Daí eu disse pra ele.
-Obrigada, por confirmar.
Ele disse:
-Confirmar o que?
Respondi:
-Que tá tudo certo aqui no meu texto.
Ele:
-Está escrevendo sobre o quê?
Eu:
-Sobre Chico Xavier e Waldo Vieira.
Ele:
-E eu te ajudei a confirmar, o quê?
Eu:
-Que Chico, como pai de Waldo..., você sabe que Chico é o eterno pai de Waldo, não é mesmo? Eu tenho até um texto sobre isso chamado 'WALDO VIEIRA, O ETERNO FILHO DE CHICO...' com vídeo da história e tudo mais aqui no blog...; bem, como pai de Waldo Chico fez com dedicação a sua parte e deu o seu melhor e, ainda, consolidou muito bem a tarefa da consolação e foi "completista" existencial nessa sua última vida. Ele orientou/educou Waldo e vice-versa, ambos com louvor e um acompanhou e amparou o outro até o momento em que Waldo precisou/foi solicitado a seguir seu próprio caminho, assim como aconteceu com você e seus filhos. Então Chico sofreu um pouco, mas entendeu que tinha que "liberar" seu "menino" e seguir cumprindo sua tarefa até completa-la e ser também "liberado", mas já pra dimensão extrafísica. Alguns anos depois foi a vez de Waldo ser "liberado" da dimensão física. Mas eu penso que no contexto todo da vida integral, ou seja, levando em conta a somatória das "seriéxis" (séries existenciais, vulgo, as várias vidas) mais a "vida" extrafísica ininterrupta de ambos, Chico já completou tudo que dizia respeito ao espiritismo e, como bom filho que Waldo é, ele deixou a responsabilidade de concluir a tarefa da consolação com o pai quando as coisas já estavam mais fáceis de administrar, ou seja, quando a tarefa já estava quase concluída...,  pois já tinha amparado o pai nos momentos mais difíceis. Compara com seu "menino" mais novo e sua ex-esposa. Ele trabalhou duro com a mãe naqueles momentos difíceis que eles tiveram até a tarefa dela ficar quase cumprida e quando as coisas acalmaram, justamente quando ela estava prestes a "dessomar" (desativar o soma/corpo, falecer...)  ele pegou seu rumo e deslanchou, assim como aconteceu com Waldo em relação a Chico. Agora que ambos "voltaram pra casa", penso que, como Chico já fez tudo que tinha que fazer no espiritismo/tarefa da consolação é provável que os dois voltem com "gás total" para continuar a "tares" (tarefa do esclarecimento) que Waldo já deixou muito bem encaminhada.
EITA, QUE EU QUERO MESMO É IR PREPARANDO  O POVO da CONSOLAÇÃO pra RECEBER essa DUPLA !!! Penso que meu negócio é ALFABETIZAR. É isso aí, sou a PROFESSORINHA do PRIMÁRIO que VAI ENCAMINHAR a TURMINHA pra UNIVERSIDADE!!!! hahaha. Tá é muito bom..., tá, não?
Ele:
-Parece que tá...Vou lá buscar aquele melão que tá "dando mosquitinho" na mesa e você não vai lá comer, nunca...
Pois é...o jeito é parar um pouco pra comer esse melão que já tá aqui do meu lado tem bem mais de uma hora...; depois,  já vai dar a hora da tenepes...Então acho melhor liberar esse textos pra vocês já irem lendo, enquanto isso...
Penso que o mais importante já foi dito...

tradução

"EUFOREX": estado de euforia após a "dessoma" ou desativação do soma ou corpo físico - morte.  


Chico Xavier ficou em estado de euforia pós dessomática.Entenda o porquê disso.

Definologia. A euforex é a alegria máxima da consciex recém dessomada após ter cumprido satisfatoriamente sua proéxis.

Sinonimologia: 1. Euforia extrafísica; euforia pós-dessomática; euforia pós-somática; euforia post-mortem; para-euforia.
Antonimologia: 1. Melancolia extrafísica. 2. Depressão extrafísica; depressão pós-dessomática; depressão post-mortem. 3. Euforin.

Neologística. A euforex é um acrônimo formado a partir de euforia extrafísica, um neologismo técnico da Extrafisicologia. 
(http://pt.conscienciopedia.org/index.php/Euforex)

"CONSCIEX": consciência extrafísica, popularmente mais conhecida como: alma ou espírito, mas biblicamente falando, alma e espírito são diferentes, logo "consciéx" pode ser melhor entendida como espírito, já que a bíblia é o livro mais popular (conhecido) entre todos. 

Por exemplo:
"Pessoas. “Nos dias de Noé . . . poucas pessoas, isto é, [“oito almas”, nota], foram levadas a salvo através da água.” (1 Pedro 3:20) Aqui a palavra “almas” claramente se refere a pessoas." (https://www.jw.org/pt/publicacoes/livros/biblia-ensina/o-que-e-alma-espirito-significado/)

"PROÉXIS": programação existencial. Ao "pé da letra", o trabalho, obviamente mega pró-evolutivo, que foi programado pela "consciéx" para ser realizado ao "ressomar" (renascer, reencarnar...).
"O que é a proéxis? A proéxis é a programação existencial específica, de cada consciência humana em sua nova vida nesta dimensão física. Muitas vezes a pessoa tem uma noção íntima sobre algo a ser feito, uma tarefa a ser realizada em sua vida ou um senso de responsabilidade perante a humanidade. O importante é a pessoa pesquisar a si própria para identificar, recordar e fazer a convergência de esforços de sua vida para a execução de sua proéxis, visando atingir o completismo existencial (compléxis)."( http://www.tertuliaconscienciologia.org/index.php?option=com_content&task=view&id=52&Itemid=63) 

"EUFORIN": euforia intrafísica, ou seja, euforia na dimensão física - planeta Terra. "Euforin" dispensa maiores comentários: É o mesmo que "euforex", só que causada pela sensação de dever cumprido/proéxis, porém na dimensão física. 


"Definologia. A euforin é a euforia da conscin sendo em geral algo a ser evitado em função da necessidade de manter a atenção na multidimensionalidade sem arroubos infantis.
Sinonimologia: 1. Euforia. 2. Alegria pela vida." (http://pt.conscienciopedia.org/index.php/Euforin)

Bom, é claro que para ter todas essas definições dos neologismos, bastaria você clicar sobre os mesmos. Todavia, formulo minhas próprias definições e anexo as essas citações por puro egoísmo. É que, quanto mais eu escrevo e pesquiso mais eu aprendo e toda vez que faço isso releio todas as definições das fontes, logo, fico cada vez mais "afiada" nos neologismos. Isso se chama formação e consolidação de sinapses, ou seja, quanto mais você repete a informação mais eficaz e velozmente seus neurônios vão conseguindo fazer a comunicação sobre essa informação um pro outro e consequentemente, quando você precisar falar sobre o assunto falará com cada vez mais fluência e segurança e essa fluência e segurança é que vão fazer com que o ouvinte confie no que você esta dizendo e aprenda porque se você não falar com firmeza sobre um assunto a credibilidade deste vai ficar comprometida e , obviamente,  interferirá negativamente no aprendizado do ouvinte."Ora bolas"..., é claro, se a pessoa não confiar na sua oratória a informação vai "entrar por um ouvido e sair pelo outro". Isso significa perda de tempo. Outra coisa, a falta de "teática"(teoria associada a prática) causa o mesmo efeito, ou melhor, causa efeito ainda pior.
Quando eu comecei a escrever primeiro eu lia a definição da fonte e depois formulava a minha definição e só depois colava a citação pra não ficar olhando pra esta enquanto fazia a minha formulação, agora eu faço o movimento contrário e ainda tenho a audácia de, às vezes, considerar que a minha definição ficou mais clara do que a da fonte. Pode uma coisa dessas?
Bom, audácia a parte, a verdade é que quando você começar a escrever seu texto cada vez com mais desenvoltura e com seu próprio estilo, vai ver que é tão legal que se torna difícil parar até para comer aquela doçura de melão que mencionei lá na introdução do texto.
Enfim, tem uma fila de textos me esperando para desenvolvê-los, então vou concluir este com o seguinte:
Quer evoluir?
Estude, pesquise muito e pratique a "teática", tem outro jeito, não! Háaaa...mas se não praticar cosmoética (ética que vai muito além da terrena, ética cósmica...)  nada disso vai adiantar. Cosmoética renderia um texto todo ou até um livro...Vamos deixar mais detalhes sobre cosmoética pra próxima, pois "se esticar muito a corda quebra" e,  como sempre digo: de "nó na cuca" bastam os meus.
Namastê

Texto de Raullah (oficial: Lah Hernandes)



Que aprendamos com os Anjos amparadores de Luz a buscar nossa proéxis/missão terrena, fazer desta a razão de viver e respeitar as escolhas dos outros.
Namastê! 
Lah Hernandes

Por favor, ou melhor, por fraternismo, vejam também a página Casa de David para Excepcionais - Linda Historia de amor e assistencialidade. Entendam porque abracei a causa Casa de David. Todos os meus trabalhos publicados nas redes sociais, caso resulte em algum retorno financeiro será utilizado em benefício dessa abençoada instituição.Façam suas pesquisas sobre essa Casa, visitem-na, se puderem, mas, acima de tudo Divulguem/Ajude-a/Ame-os!
As formas de contribuir estão na postagem. 
Muitíssimo obrigada, amigos!!!!
Namastê
Lah Hernandes


Photo: The "Marriage" - On 01.03.2017 - Ash Wednesday
 RAAAAAUUUUUUAAAAH
 HAAAAALLUUUUUAAAAAR
The Sunlight in the Eyes of Evolution

“ANamasTE”
FIXOS

Até então, 26.03.2017(Veja meu texto, neste mesmo blog:'NUNCA ESTAMOS SÓS...') ,eu vinha me utilizando da saudação Namastê.
Namastê é uma saudação induísta que significa a divindade que habita em mim saúda a divindade que habita em você, mas nesse caso entendam como:” ANamasTE “ - estou acrescentando o A, aí, a frente de Namastê como representação de Ambos  e modificando a sílaba tê para TE, como  representação de Ti ou Você, então já estou entendendo que meu amparador está me pedindo para adotar essa nova saudação, então...“ANamasTE”:
O Meu Amparador Saúda Ambos, Você e Seu Amparador ou Anjo Amparador, se preferir!

Translate (Google)

By then, I was wearing the namaste greeting.
Namastê is an induísta salutation that means that the divinity that inhabits in me salutes the divinity that lives in you, but in this case to understand like: "ANAMASTE" - I am adding the A, there, in front of Namaste as representation of both and modifying A Syllable for You, as a representation of "U" or You, so I understand that my helper is asking me to adopt this new greeting, so ...

"ANAMASTE":


My Helper Welcome Both, You and Your Helper or Helper Angel, if you prefer 



Bom,  agora vocês vão entender a Construção extrafísica de LAH

Para tanto, vou copiar aqui um trecho do meu texto 'Raullah UNIÃO - CASA DE DAVI - UNIÃO - Nosso Lar 
Passei os últimos oito anos, praticamente isolada de convívio social, lendo, escrevendo e compondo músicas que vêm "do nada" na minha cabeça e nem sei se têm alguma qualidade. Tinha pavor de redes sociais. Me utilizava de computadores apenas para escrever e acessar o google com a finalidade de pesquisa. 
Em 2016, passei por uma experiência extremamente traumática e muito difícil de explicar. Sobre essa experiência, apenas posso dizer que sempre tive uma fixação em encontrar um amigo, em quem  eu pudesse confiar plena e absolutamente e para testar essa possibilidade aprendi com um sábio(extrafísico) uma técnica que chamo de "técnica do olho no olho triplo". Conheci uma pessoa, que me parecia muitíssimo especial, confiável... e , para meu espanto e felicidade, pois isso jamais havia ocorrido, a tal pessoa passou no teste.Todavia, para simplificar, sofri, talvez, a pior decepção de toda a vida. O que mais me "tirou do eixo" em tudo isso foi algo que o sábio me disse sobre o citado teste: "Saiba que, se alguém conseguir te enganar,ou seja, conseguir passar neste teste mesmo não sendo confiável, essa pessoa é extremamente ardilosa/perigosa.
O trauma foi tamanho que, como mecanismo de defesa, entrei numa espécie de realidade paralela. Foram meses de dor insuportável e de ideia fixa de morte. Não de suicídio, mas de um pensamento insistentemente intrusivo de que eu ia morrer a qualquer momento e que isso seria uma providência divina para me tirar daquele estado deplorável. Instrui meu marido sobre o que fazer caso isso acontecesse, separei a roupa pra ele me vestir, deixei-lhe várias recomendações...enfim, estava certa de que "partiria" a qualquer momento. Então passei a negociar com meus "Anjos": Me levem ou me mostrem uma boa razão pra viver.
Um dia, "por acaso" resolvi dar uma olhadinha no facebook do meu marido e percebi que enquanto fazia isso os pensamentos intrusivos desapareciam. Muito gradativamente passei a comentar e compartilhar alguns posts como se fosse meu marido, sempre com o consentimento dele. Exatamente no dia 6.10.2016, aquele famoso dia vice-versa (palíndromo), ou seja, 6102.01.6, finalmente passei a postar como Sra.Hernandes (esposa do Sr Hernandes, titular da conta) e tomei coragem de escrever textos mais longos; depois resolvi quebrar a formalidade e passei a me utilizar de La Hernandes (espanhol) que significa A Hernandes, pois senti que La Hernandes era, sonoramente, mais harmonioso que A Hernandes. Como "me escondia" por trás do meu marido, dentro do face dele, cansei de escrever, na frente do nome dele: 'Por La Hernandes', isso porque meus textos passaram há ser muito comentados, curtidos e compartilhados e as notificações "pipocavam" sem parar. Eram mais de trezentas por dia e eu respondia a todas. Então passei a iniciar as respostas assim: Por LaH. Muito curiosa ( vejam o terceiro texto mais visualizado deste blog: 'Seja Curioso/a!!!') , fui pesquisar em numerologia se havia algum significado para o nome Lah. Vejam o que encontrei:

Numerologia do nome Lah

O que comunica. Expressão, comunicação, criação.

Missão a Cumprir: Abrir-se para o mundo, ser criativo, procurar expressar-se.
Associado ao 6 favorece as criações artísticas. Ao 9 ganha força nas artes literárias.

Por incrível que pareça, após passar a usar esse nome ganhei coragem e motivação para dar vida ao que criei durante todos esses anos de isolamento, através das redes sociais que tanto abominava, e, ainda, a bênção de, talvez, poder me utilizar destes trabalhos em prol de uma causa tão especial, principalmente por ter a honra de, ao menos, tentar ajudar esses seres que, ainda que tenham deficiência intelectual etc...considero como meus iguais pela compatibilidade de nossos históricos de transtornos mentais (Casa de David). Gradativamente, com o auxílio dos meus  Anjos vivos e extrafísico (amparador) , fui me ambientando com as redes sociais. Criei esse blog, um canal de música no YouTube, uma conta no G+, no Twitter...
De certa forma a minha intuição estava certa, pois sinto como se tivesse morrido e renascido.
Repito, apenas sou muito curiosa e faço bom uso de tudo que me acrescente. Não descrimino nada e sou adepta de tudo que promova o bem, a assistencialidade, a evolução... Logo isso não é uma apologia à numerologia ou algo que o valha. 
Por todo o exposto, o que tenho a dizer à pessoa que me enganou?
MUITÍSSIMO OBRIGADA!!!

Translation (Google)

Well, now you will understand an extraphysical LAH Construction

To do so, I will copy here a passage from my text 'Raullah UNION - HOUSE OF DAVI - UNION - Our Home
I spent the last few years, practically isolated from social life, reading, writing and composing songs that come to "do nothing" in my head and I do not even know if they have any quality. He was terrified of social networks. I used computers just to write and access google for a search purpose.
In 2016, I had an extremely traumatic experience and very difficult to explain. About that experience, only to say that whenever a fixation on finding a friend, whom I could fully trust, and to test that value, I learned from a sage (extraphysical) a technique I call the "triple eyeless eye technique." I met one person, who seems to me to be very special, trustworthy ... and, to my astonishment and happiness, for that never happened, such a person passed the test. However, for simplicity, I suffered perhaps the worst disappointment of all Life The thing that got me the most out of all this was something that went over the test: "Know that if someone can cheat you, that is, he can pass this test even though he can not be trusted, that person is extremely Sneaky / dangerous.
The trauma was so large that, as a defense mechanism, I entered a kind of parallel reality. It was months of unbearable pain and a fixed idea of ​​death. Not of suicide, but of an insistently intrusive thought that I was going to die at any moment, and that this would be a divine providence to get me out of that deplorable state. Instruct my husband on what to do if that happened, I separated the clothes for him to dress me, I left him several recommendations ... anyway, I was sure he would "leave" at any moment. So I started to negotiate with my "Angels": Take me or show me a good reason to live.
One day, "by chance" I decided to take a look at my husband's facebook and realized that while doing so the intrusive thoughts disappeared. Very gradually I began to comment and share some posts as if it were my husband, always with his consent. Exactly on 6.10.2016, that famous day vice versa (palindrome), that is, 6102.01.6, I finally started to post as Mrs. Hernandes (wife of Mr. Hernandes, account holder) and I took the courage to write longer texts ; Then I decided to break the formality and I began to use myself from La Hernandes (Spanish) which means A Hernandes, because I felt that La Hernandes was, sonorously, more harmonious than A Hernandes. As "hiding" behind my husband, inside his facebook, I tired of writing, in front of his name: 'Por La Hernandes', because my texts have been very commented, tanned and shared and the notifications "popped up " nonstop. It was more than three hundred a day, and I answered them all. So I started to start the answers like this: By LaH. Very curious (see the third most viewed text of this blog: 'Be Curious!'), I went searching in numerology if there was any meaning for the name Lah. Look what I found:

Lah name numerology

What communicates. Expression, communication, creation.

Mission to Fulfill: Open yourself to the world, be creative, seek to express yourself.
Associated with 6 favors as artistic creations. At 9 he gains strength in the literary arts.
(Http://www.significant.com/english/5827/lah.html)

Strangely enough, after using that name, I gained the courage and motivation to give life to what I created during all the years of isolation, about the social networks I so much abhorred, and the blessing of, perhaps, Works for A cause so special, especially for an honor of, at least, those beings who, even if they have intellectual deficiency, etc., I consider as my equals for the compatibility of our historical of mental disorders (House of David). Gradually, with the help of my Angels living and extraphysical (helper), I was setting myself up with social networks. Create this blog, a music channel without YouTube, an account without G +, without Twitter ...
In a way my intuition was right, because I feel like bitten and reborn.
I repeat, I am just very curious and make good use of everything that adds me. I do not discriminate anything and I am an adept of everything that promotes good, an assistance, an evolution ... So it is not an apology to numerology or something that counts.
For all I have to say?
THANK YOU VERY MUCH, GOOGLE !!!
(See here in my blog: ‘Lah Hernandes’s GOOGLE Prayers...’)

É isso, aí, muitíssimo OBRIGADA a TODOS, seja como for, haja o que houver, sempre. 


Texto de Raullah (oficial: Lah Hernandes)
 “ANamasTE”:
O Meu Amparador Saúda Ambos, Você e  Seu Amparador!


Que aprendamos com os Amparadores ou Anjos Amparadores, se preferir,  a buscar nossa "proéxis", programação existencial(Waldo Vieira) ou missão terrena, fazer desta a razão de viver e respeitar as escolhas dos outros.
"ANamasTE" 
Lah Hernandes

Translation (Google):
Let us learn from the Helping Angels to seek our "proxies", existential programming (Waldo Vieira) or earthly mission, to make this the reason to live and respect the choices of others.
"ANamasTE (My Helper salutes You and your Helper, or Helper Ángel, if you prefer)
Lah Hernandes

Por favor, ou melhor, por fraternismo/amor, vejam também a página  Raullah UNIÃO-CASA DE DAVID-UNIÃO Nosso Lar ou Casa de David T. E. para Excepcionais.  Linda Historia de amor e “assistencialidade”(Waldo Vieira). Entendam por que abracei a causa Casa de David. Todos os meus trabalhos publicados nas redes sociais, caso resultem em algum retorno financeiro serão utilizados em benefício dessa abençoada instituiçãoLogo, se você gostou/foi útil pra você, esse artigo, deposite qualquer valor, por menor que lhe pareça, em uma das contas da Casa de David Tabernáculo Espírita para Excepcionais e, isso é muitíssimo importante, em nome de: Raullah UNIÃO-CASA DE DAVID-UNIÃO Nosso Lar -  ou avise-os por escrito e com a cópia do recibo de depósito anexado à mensagem:   Esta assistência estou dando; este depósito estou fazendo em nome de Raullah UNIÃO-CASA DE DAVID-UNIÃO Nosso Lar. Os números das contas estão no final de ambas as páginas. Façam suas pesquisas sobre essa Casa, visitem-na, se puderem, mas, acima de tudo Divulguem/Ajude-a/Ame-os!

Outras formas de contribuir estão nas páginas citadas acima. 
Muitíssimo obrigada, amigos!!!
"ANamasTE"
Lah Hernandes

Translation (Google)

Please, or rather, for fraternity / love, see also a page Raullah UNION-HOUSE OF DAVID-UNION Our Home or House of David T. for Exceptional. Linda History of love and "assistance" (Waldo Vieira). Understand why I embraced a House of David cause. All my work published on social networks. So, if you liked it and it was useful for you, this article, deposit any amount, however small it may appear, into an account of the House of David Spiritist Tabernacle for Exceptional accounts, and this is very important, on behalf of: Raullah UNION - CASA DE DAVID-UNIÃO Our Home - or advise them in writing and with a copy of the deposit slip attached to the message: This assistance I am giving; is in name: Raullah UNION - CASA DE DAVID-UNIÃO Our Home. The account numbers are without end of both pages. Do your research on this House, visit it, if you can, but above all Disclose / Help / Love!

Other forms of help are on the pages quoted above.
Thank you so much, my friends !!!
ANamasTE
Lah Hernandes